Provedores ganham oferta de redes GPON “carrier class”

Da Redação – 09.10.2018 –

Em parceria com a chinesa Raisecom, a OIW Telecom passou a ofertar redes GPON (Gigabit Optical Passive Networks) de “classe operadora” para os provedores regionais no Brasil. Em suma, é uma oferta para que essas empresas ofereçam mais do que a fibra até a casa do usuário (FTTH). Agora elas podem entrar em projetos de cidades digitais, aplicativos IOT e outras aplicações mais sofisticadas que demandam gerenciamento inteligente de rede.

“Provedores regionais com apenas algumas centenas de clientes com demanda de serviço intensivo vão ter acesso a uma tecnologia até agora restrita aos grandes competidores. Essa evolução é essencial para os ISPs, que agora poderão oferecer serviços e concorrer em nichos de negócios mais sofisticados, como triple play, aplicações móveis interativas envolvendo grandes massas de usuários e transações multiprocessadas que exigem uma confluência de banda”, diz Roberto Ferreira, diretor da OIW.

Para ele, a adoção das redes de fibra por parte dos provedores regionais está saindo de uma fase inicial, em que se buscava apenas uma estrutura capaz de atender a demanda de banda larga (FTTx) e entrando em uma nova etapa, na qual a classificação dos serviços e a capacidade de oferta de SLA (Service Level Agreement) passam a ser importantes para a sobrevivência das empresas regionais. “Só com uma estrutura de redes carrier class é possível segmentar e vender serviços com métrica de volume e qualidade (QoS) e garantir para o cliente final uma base de custo benefício que o retenha”.

About the Author

Related Posts

Deixe uma resposta

*

Este post foi visto 274 vez(es).