Metade da capacidade de energia prevista para 2015 já entrou em operação, afirma CMSE

Da Redação 13.07.2015 – 

Comitê ainda diz que há sobra estrutural de 8.213 MW para atender carga projetada de acordo com as datas de entrega das usinas agendadas para os próximos meses.

O Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE), em reunião realizada quarta-feira passada (8/7), apontou que 3.087 MW de energia já foram adicionados ao Sistema Interligado Nacional (SIN), representando quase metade dos 6.410 MW de capacidade de geração prevista para 2015.

Considerando o risco de déficit de 5%, conforme critério estabelecido pelo Conselho Nacional de Política Energética (CNPE), o CMSE aponta que há sobra estrutural de cerca de 8.213 MW médios para atender a carga prevista, valor atualizado com as datas de entrada em operação de usinas para os próximos meses e a projeção de demanda.

O CMSE avalia que o sistema elétrico está estruturalmente equilibrado, devido à capacidade de geração e transmissão instalada no país atualmente e ampliada com a operação de usinas termelétricas, linhas e subestações. Ele faz essa consideração tanto no critério de riscos anuais de déficit, como nas análises com as séries históricas de vazões para atendimento da carga prevista para 2015, no montante de 65.179 MW médios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *