Resíduos sólidos: Sanepar modela dois consórcios no PR

Da Redação – 23.03.2018 –

Dois deles reunindo 45 municípios ao todo estão em andamento no norte e no oeste do Paraná

A concessionária de saneamento quer avançar na gestão de aterros para resíduos sólidos no estado, onde já tem a experiência de administrar a unidade de Cianorte, o único com certificação internacional da ISO 14000, e também dos aterros de Apucarana e Cornélio Procópio. Agora, a companhia ataca em nova frente, o que pode levar à formação de dois consórcios, envolvendo 45 cidades.

Consórcio no norte do estado reuniria 15 cidades (crédito Sanepar) 

O avanço mais recente acontece na região de Londrina, norte do estado, onde representantes de 15 municípios pertencentes à Associação dos Municípios do Médio Paranapanema (Amepar) participaram da reunião técnica sobre a gestão na última sexta-feira (16). O outro consórcio, no oeste do Paraná, reuniria mais 30 cidades. Segundo o gerente da Unidade de Gerenciamento de Resíduos Sólidos da Sanepar, Charles Carneiro, o consórcio está contemplada no Programa Paraná Resíduos, criado em dezembro de 2017.

“Nossa participação na reunião em Londrina segue os mesmos moldes do trabalho que está sendo feito em Toledo e região”, diz Carneiro referindo-se ao consórcio maior no oeste do Paraná. “Estamos nos colocando à disposição para apresentar detalhes do funcionamento do consórcio, a tecnologia a ser utilizada no tratamento, a geração de energia e a projeção tarifária, caso a Sanepar assuma a gestão dos resíduos”, completa.

Segundo o gerente, a Sanepar quer avançar para uma tecnologia que contemple a geração de energia a partir de rejeitos, com o aproveitamento dos orgânicos, a valoração dos recicláveis e o tratamento avançado do chorume e do biogás. Ele lembra que geração de energia a partir do lodo do esgoto e de resíduos orgânicos já é realidade para a Sanepar desde julho de 2017, quando foi criada, em parceria com a iniciativa privada, a CS Bioenergia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *