Rio, São Paulo e Amazonas respondem por 82% da produção de gás natural

Redação – 03.03.2020 –

Balanço da ANP indica ainda que país superou recorde anterior de produção em dezembro do ano passado.

A produção nacional de gás natural alcançou 139 milhões de metros cúbicos por dia (MMm3/d) em janeiro. Os dados da ANP indica que o volume representa um aumento de 22.6% em relação ao mesmo mês de 2019 e um incremento de 0,7% em relação ao mês anterior (dezembro). Os campos localizados nos estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Amazonas foram responsáveis, respectivamente, por 58%, 13% e 11% do volume total produzido.

A produção de petróleo também bateu um novo recorde, registrando 3,168 milhões de barris por dia (MMbbl/d), superando em 2% o recorde registrado no mês anterior e em 20,4% a produção de janeiro de 2019. A produção total foi de 4,041 milhões de barris equivalentes por dia (MMboe/d), superando pela primeira vez a marca dos 4 MMboe/d.

O Pré-sal continua como protagonista dessa produção e, em janeiro, operava com 119 poços e foi responsável por 66,4% da produção nacional, totalizando 2,682 MMboe/d, sendo 2,150 MMbbl/d de petróleo e 84,572 MMm3/d de gás natural. Em relação ao mês anterior, a produção total aumentou 1% e, em relação a janeiro de 2019, 46%.

Em janeiro, o aproveitamento de gás natural foi de 97,1%. Foram disponibilizados ao mercado 67,9 MMm³/dia. A queima de gás no mês foi de 4,034 MMm³/d, um aumento de 9,6% se comparada ao mês anterior e uma redução de 28,5% se comparada ao mesmo mês em 2019.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *