Smart grid impulsiona AES Eletropaulo a investir em segurança

Da redação – 06.09.2016 –

Concessionária reforça proteção no sistema principalmente no sistema que envolve medidores, subestações e sistemas de distribuição de energia e segrega essa rede dos acessos corporativos.

A ativação das redes inteligentes (smart grids) foi um dos impulsionadores da AES Eletropaulo para ativar um pacote de ações de segurança digital. As iniciativas envolvem a instalação de uma rede privada virtual (VPN), firewalls e roteadores de alta capacidade. Com eles, a intenção é segregar diferentes ambientes e viabilizar as novas soluções, inclusive o avanço do smart grid. Os recursos permitem que a concessionária separe o chamado perímetro operativo (infraestrutura física) do corporativo. A conexão segura com a web ou com ERPs (sistemas administrativos) também foi uma das metas.

Desenvolvido pela Cisco e implementado pela Promonlogicalis, o pacote inclui os firewalls adotados na base do projeto e que aumentam a proteção a ameaças avançadas e visibilidade no tráfego de dados. Com isso, a AES Eletropaulo pode assegurar que o acesso ao ambiente das subestações seja permitido somente aos sistemas Scada utilizados pelo Centro de Operação de Distribuição da AES Eletropaulo (COD) na transmissão e monitoramento das cargas de energia.

O projeto incluiu ainda roteadores ISR e a tecnologia VPN para a conexão e a confidencialidade das informações de terceiros, além de switches Nexus (para conexão da cloud privada) e switches das famílias 50X e 6500 (para conexão de servidores e redes Wan). Com a nova arquitetura, a comunicação da AES Eletropaulo é criptografada, passando por pelo menos duas camadas de firewalls equipados com IPS (mecanismo de prevenção de intrusões).

“Com a integração cada vez maior entre automação e tecnologia, há o risco de que ameaças próprias do mundo de TI migrem para os sistemas do setor elétrico, que não nasceram com conceitos de segurança aplicados”, explica Antônio Narvaez, diretor de TI da AES Brasil. “É preciso soluções, ferramentas e processos que proporcionem visibilidade, proteção e mitigação rápida, para que essa integração ocorra de forma segura”, afirma.

Somente para lembrar: o projeto de smart grid da companhia inclui, entre outros, a instalação de 62 mil medidores inteligentes, impactando diretamente 250 mil pessoas. A tecnologia permitirá uma nova forma de gestão da rede elétrica com a automatização das operações e do planejamento de capacidade da AES Eletropaulo.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *