Tecnologia da Itubombas ajuda a esgotar enchente da Vila Itaim em tempo recorde

Da Assessoria de Imprensa – 03.02.2016 –

Com vazão aproximada de 600 m3/h, motobomba a vácuo levou um dia para esgotar a água da chuva que atingiu o bairro paulista. Com bombas convencionais, o procedimento levaria cerca de uma semana

 

Divulgação: Itubombas
Divulgação: Itubombas

No começo do ano, as fortes chuvas que atingiram a capital paulista causaram alagamentos em pelo menos cinco bairros da Zona Leste. Em especial, a Vila Itaim, que por ser localizada próxima às margens do rio Tietê é frequentemente atingida por enchentes. Somente no último dia 9, a região registrou cerca de 148 milímetros de água, nível que representa mais da metade do esperado para o mês, de acordo com a Subprefeitura de São Miguel Paulista.

Na mesma semana, a Prefeitura de São Paulo enviou caminhões para realizar o bombeamento do local com a ajuda da motobomba ITU-66S11, cedida pela Itubombas. “Ao ficar sabendo da situação enfrentada pelos moradores, a empresa se prontificou a disponibilizar uma bomba para teste”, conta Napoleão Vidigueira Peixinho, coordenador de projetos e obras da Subprefeitura São Miguel.

O equipamento ficou na região por três dias, operando nas ruas Manuel Martins de Melo, Ambuá, Aramaçã, Clemente Martins de Matos e Rio Manuel Alves, no trecho entre as ruas Augustinho Alves Marinho e Abacatuaja. “Com uma vazão aproximada de 600 m3/h, a ITU-66S11 levou cerca de uma hora e meia para retirar a água de cada rua”, diz Peixinho. Segundo ele, a tecnologia apresentou uma solução imediata para a situação. “O equipamento da Itubombas conseguiu esgotar a água das áreas atingidas em um único dia. Com uma bomba convencional, o mesmo procedimento levaria cerca de cindo dias para ser finalizado”, complementa.

O coordenador salienta que o bombeamento é uma solução paliativa para a região. O projeto, para os próximos meses, é a implantação de comportas nos referidos logradouros visando evitar o refluxo das  água do Tietê, que será definido via licitação. “Reconhecemos a eficiência do equipamento da Itubombas e, com certeza, a recomendaremos para a empresa que vencer a licitação”, finaliza Peixinho.

 

Motobombas de alta tecnologia

O modelo de motobomba a diesel ITU-66S11 possui vazão de até 600 m3/h e passagem de sólidos de até 75 mm. O equipamento possui o sistema de escorva automático a vácuo, que permite iniciar o bombeamento a seco com sucção de até sete metros de altura.

De acordo com Rodrigo Law, diretor da empresa, a Itubombas oferece uma tecnologia alinhada com o que há de mais moderno nos Estados Unidos e na Europa e a atuação como locadora permite que a empresa seja uma alternativa rápida. “Também oferecemos a locação de vários acessórios, como é o caso das mangueiras, acoplamentos, cabine silenciada e automação dos equipamentos, além do suporte técnico para dimensionamento hidráulico de cada aplicação e operação do sistema”, finaliza o executivo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *