Três em cada dez empresas que usam IoT já sofreram incidentes de segurança

Redação – 16.04.2020 –

Apesar disso, pesquisa da consultoria Kaspersky mostra que tais riscos não desmotivam os investimentos das empresas na tecnologia

A Internet das Coisas (IoT) não para de avançar. No ano passado, quase dois terços (61%) das empresas do mundo todo implementaram aplicações corporativas de IoT segundo a consultoria Kaspersky. No entanto, 28% delas, ou seja, praticamente 3 em cada dez, sofreu algum tipo de incidente de cibersegurança. Os dados fazem parte da pesquisa .

O relatório da Kaspersky mostra ainda que o uso de plataformas da IoT aumentou em quase todos os setores, sendo esse crescimento mais significativo nos segmentos de hospitalidade (de 53% em 2018 para 63% em 2019), serviços de saúde (de 56% para 66%) e financeiro (de 60% para 68%). Em 2019, os setores de TI & telecomunicações (71%) e financeiro (68%) adotaram a IoT mais do que todos os outros segmentos.

As plataformas de IoT são aplicadas em diversos casos: cidades inteligentes, smart grids, transportes e logística, assim como na automatização industrial e em sistemas conectados de calefação, ventilação e condicionamento de ar (HVAC).

Nem os riscos desencorajaram o uso da IoT. A pesquisa mostra que 28% das empresas que usam plataformas de IoT afirmaram ter sofrido incidentes envolvendo dispositivos conectados no último ano. As consequências de tais incidentes podem ser graves, uma vez que sensores e dispositivos inteligentes coletam terabytes de dados e algumas informações são sigilosas. Além disso, as plataformas de IoT podem estar conectadas a sistemas críticos, como controle de tráfego – ou transporte – ou abastecimento elétrico.

“É claro que a IoT ultrapassou o estágio de ‘euforia’; e não estamos dizendo que não haja euforia, mas há sérios processos técnicos e de negócios que devem ser implementados. O maior desafio que o setor enfrenta é a resistência à mudança ou, para ser mais radical, à mudança mais eficiente. A IoT industrial representa grandes mudanças em todos os segmentos e é preciso adequar-se a isso”, comentou o Dr. Richard Soley, diretor executivo do Industrial Internet Consortium.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *