Vaca high tech expõe possibilidades da internet das coisas

Da Redação – 10.01.2018 –

Na China, 1 milhão de vacas estão conectadas. Trata-se de uma solução criada pela Huawei para otimizar a agropecuária e que, segundo ela, já está gerando aumento de 25% na receita de leite em criações chinesas.

Essa aplicação é um demonstrativo claro de como a internet das coisas está sendo aplicada na agropecuária. O animal recebe uma coleira, que serve para monitorar a sua atividade no pasto. O dispositivo envia informações via rede de telefonia celular para um servidor. O servidor armazena os dados de comportamento dos animais e permite ao gestor da fazenda cruzá-los para obtenção de melhores resultados.

Entre os resultados práticos, é possível saber quando uma vaca entra no período fértil, pois sua atividade aumenta nessa época. Dessa forma, é mais fácil identificar o melhor momento para a inseminação artificial, ampliando as chances de sucesso do procedimento. Ao saber o momento de realizar a inseminação é possível escolher com mais chance de acerto a probabilidade de nascer bezerro macho ou fêmea, dependendo da estratégia de negócios do criador. Essa é uma informação valiosa quando, por exemplo, a criação é dedicada a gado de corte ou a produção de leite.

Essa solução será demonstrada na semana que vem durante a Futurecom, que acontece de 15 a 18 de outubro com o apoio de mídia do InfraROI.

About the Author

Related Posts

Deixe uma resposta

*

Este post foi visto 693 vez(es).