Hidrelétricas, Ferrovias, IoT e papel e celulose puxam crescimento mundial da Voith

Redação – 12.12.2019 –

O Grupo Voith teve 9% de crescimento no número de pedidos e 2% no de vendas nominais no seu ano fiscal, encerrado em setembro. Isso gerou aumento de 12% no lucro (EBIT) da companhia, o que corresponde ao caixa de 215 milhões de euros. Alguns segmentos, como o ferroviário, as hidrelétricas e as iniciativas de internet das coisas foram os impulsionadores para o resultado.

“A Voith apresentou bom desempenho no ambiente desafiador do ano fiscal passado. Estamos muito bem posicionados em nossos mercados, aumentamos nossa capacidade de geração de lucro e podemos continuar investindo em nosso futuro graças a um balanço muito robusto. Isso nos deixa confiantes de que conseguiremos alcançar nossos objetivos estratégicos para os próximos anos”, diz Toralf Haag, presidente e CEO do Grupo.

A Voith ajustou a estratégia de crescimento no último ano fiscal. Nesse particular, a empresa se concentrou em fortalecer ainda mais suas principais áreas de negócio – inclusive por meio de aquisições estratégicas (como a aquisição da BTG, anunciada em setembro). O volume de € 319 milhões da transação marcou uma das maiores aquisições da história da empresa. A BTG é uma fornecedora global de soluções de processos integradas e altamente especializadas para a indústria de papel e celulose no mundo inteiro, o que ajudará a alavancar a posição de mercado da Voith Paper como fornecedora completa. A transação foi concluída agora em dezembro.

O crescimento orgânico da Voith ao longo dos próximos meses e anos também está garantindo novos pedidos, entre os quais se destaca o contrato de Snowy 2.0. Localizado na Austrália, esse projeto construirá uma das maiores usinas hidrelétricas reversíveis do mundo, que será equipada com seis turbinas-bombas reversíveis da Voith. Snowy 2.0 é o segundo maior contrato individual dos 152 anos de história do Grupo Voith.

Já a Voith Turbo deve fortalecer a sua posição de mercado por meio de duas joint ventures com a CRRC (China Railway Rolling Stock Corporation. Essas joint ventures contribuirão para expandir ainda mais sua atuação no mercado de veículos ferroviários e outros mercados industriais. A racionalização já anunciada na estrutura produtiva da Voith Turbo na Alemanha também deve garantir a competitividade e viabilidade dessa divisão do Grupo no longo prazo.

A empresa diz que continuará focada na estratégia de expandir atividades digitais como forma de reforçar as principais áreas de negócios. “A estratégia de digitalização voltada para o cliente vem se mostrando um sucesso e um exemplo disso é o forte aumento na demanda pelo OnCumulus, a plataforma modular para a IIoT (Internet Industrial das Coisas) da Voith. Aquisições (como a Pilotfish) e novos empreendimentos (como a TSP OnCare Digital Asset Inc.) também ajudarão a Voith a expandir a sua linha de produtos e soluções digitais em toda a cadeia de valor das suas principais áreas de negócios”, informa a companhia.

“Ao fortalecer tanto suas principais áreas de negócios como sua estratégia digital para atendê-las, estamos buscando um objetivo claro: queremos usar nosso profundo e abrangente conhecimento tecnológico em nossos mercados para desempenharmos um papel de destaque como impulsionadores e atores da indústria pós-carbono da era digital. Esse conceito fundamental permeia todas as Divisões do Grupo e é expresso, por exemplo, no aprimoramento da hidreletricidade, na fabricação de papel com economia de recursos ou na eletrificação da mobilidade”, diz o CEO Haag.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *