Pré-sal se mantém como maior produtor de petróleo e gás em junho

Redação com ANP – 05.08.2019 –

A produção de petróleo e gás natural em junho de 2019 totalizou em torno de 3,257 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boe/d). A produção do Pré-sal, oriunda de 99 poços, foi de 1,551 milhão de barris diários (bbl/d) de petróleo de petróleo e 62,8 milhões de metros cúbicos (m³/d), de gás natural. Sozinho, o Pré-sal correspondeu a 59,8% do total produzido no Brasil.

Somente a produção de petróleo alcançou o volume de 2,557 milhões de barris por dia (bbl/d), uma redução de 6,4%, se comparada com o mês anterior, e de 1,3%, se comparada com o mesmo mês em 2018. Já a produção de gás natural foi de 111 milhões de metros cúbicos por dia (m³/d), queda de 5,8%, se comparada ao mês anterior, e de 3,3%, se comparada ao mesmo mês em 2018.

A principal razão para a redução da produção de petróleo e gás natural foi a parada para manutenção da plataforma FPSO Cidade de Mangaratiba, operando no campo de Lula.

Aproveitamento do gás natural

Em junho, o aproveitamento de gás natural foi de 96,4%. Foram disponibilizados ao mercado 54,8 milhões de m³/dia. A queima de gás no mês foi de 4,1 milhões de m³/d. A queima reduziu 17,4%, se comparada ao mês anterior, e 2,4%, se comparada ao mesmo mês em 2018.

Campos produtores

Lula, na Bacia de Santos, foi o que mais produziu petróleo, uma média de 799 mil de bbl/d. Também foi o maior produtor de gás natural: média de 33 milhões de m³/dia.

Origem da produção

Os campos marítimos produziram 96,1% do petróleo e 80,8% do gás natural. Os campos operados pela Petrobras produziram 93,5% do petróleo e do gás natural. A produção nacional ocorreu em 7.103 poços, sendo 645 marítimos e 6.458 terrestres.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *