Pesquisa indica que 7 em cada 10 construtoras brasileiras deverá adotar o BIM até 2022

Redação – 25.11.2020 –

Estudo mostra que 38,4% das empresas participantes do mapeamento já utilizam a plataforma, principalmente, nas regiões Sul e Sudeste do País

O estudo inédito Mapeamento de Maturidade BIM Brasil aponta que 70% das empresas de construção brasileiras pretendem adotar a metodologia BIM nos próximos dois anos. Atualmente, 38,4% das empresas participantes do estudo já utilizam o BIM, principalmente, nas regiões Sul e Sudeste.O levantamento foi feito em conjunto pelo Sienge, especializada no uso do BIM na construção civil, e pelo Grant Thornton, empresa de consultoria e auditoria. A iniciativa ainda teve suporte da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) e do Sinduscon/CE.

O BIM, sigla para Building Information Modeling é a base da metodologia que envolve o processo de modelagem tridimensional durante o ciclo de vida de uma edificação. A metodologia gerencia todas as informações de um projeto em um único modelo virtual no qual todos os agentes são envolvidos de forma colaborativa. A metodologia, inclusive, será obrigatória no Brasil a partir de janeiro de 2021. Isso significa que, a partir de janeiro, apenas escritórios de projeto e construtoras que atuem com BIM poderão participar de alguns editais públicos.

O Mapeamento de Maturidade BIM Brasil foi realizado entre junho e setembro de 2020, com o objetivo de identificar a adoção da Metodologia BIM em todo o Brasil, com um foco especial na construção. A pesquisa foi realizada com 643 empresas e profissionais autônomos, entusiastas da metodologia BIM. As empresas que participaram do estudo estão especialmente concentradas nos segmentos de indústria de materiais, componentes e sistemas construtivos e construção civil e seus vários atores, incluindo escritórios de projeto, construtoras, incorporadoras, loteadoras, administradoras de obra e serviços especializados de engenharia e arquitetura.

Luiz Iamamoto, líder de Infraestrutura & Projetos de Capital da Grant Thornton, diz que dentre as empresas pesquisadas que já adotaram a metodologia em algum nível, mais de 60% estão procurando estabelecer princípios, estruturas e objetivos com um desenvolvimento flexível para se adaptar às mudanças que estão por vir. Dados da pesquisa indicam ainda que quase 40% do universo de empresas e profissionais que participaram do estudo já tem implementada a metodologia BIM em alguns setores.

De acordo com Giseli Anversa, Lead Product Manager do Sienge, o estudo também contou com a participação de empresas e órgãos públicos, instituições de ensino e organizações de interesse público. “A pesquisa mostra que, apesar dos avanços significativos dos últimos anos, o setor ainda tem um longo caminho a percorrer até atingir um processo maduro e coeso de adoção do BIM”, afirma Giseli.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *