Projeto de expansão do Porto do Itaqui avança no Maranhão

Da Redação – 26.03.2018

Audiência pública na semana passada apresentou estudo e relatório de impacto ambiental

As obras de expansão do porto maranhense estão previstas para acontecer até 2035, mas só vão efetivamente começar depois da aprovação dos famosos EIA e RIMA, respectivamente estudo e relatório de impacto ambientais. Uma audiência pública reuniu 400 pessoas na quarta-feira passada e o prazo de colaborações públicas se encerra acaba nessa semana. Se tudo der certo, a expansão envolverá a construção de seis novos berços, terminais de celulose, fertilizante e carga geral, áreas de armazenamento de derivados de petróleo, pool de combustíveis e pera ferroviária.

De acordo com a  Secretaria de Estado do Meio Ambiente (SEMA), do Maranhão, a audiência pública é um dos momentos mais importantes do processo de licenciamento ambiental prévio e se destina à divulgação do empreendimento à sociedade. Ela tem por finalidade apresentar a concepção do projeto, discutir os Estudos Ambientais (EIA-RIMA) da referida atividade, bem como esclarecer dúvidas, acolher críticas e sugestões, objetivando a avaliação da viabilidade ambiental do projeto.

Economicamente, Itaqui é um porto seguro para o estado nordestino. Os negócios movimentados na instalação respondem por cerca de 35% do ICMS arrecadados no Maranhão. Já a atividade portuária gera cerca de 14 mil empregos diretos e indiretos, o que alimenta diversas cadeias produtivas no estado e ao longo da área de influência do porto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *